quinta-feira, 21 de julho de 2016

Alimentação vegana para crianças. É possível?



Em contraposição aos hábitos alimentares da maioria da população, existem cada vez mais adeptos ao veganismo. As crianças também entraram na onda , e como toda e qualquer inovação o assunto tornou-se polêmico aos olhos de muita gente.  Alguns dizem que não é possível a alimentação saudável sem nenhum alimento de origem animal, outros afirmam que é possível substituí-los e ainda garantir maior integridade devido a ausência de hormônios provenientes de carnes e ovos. 

O fato é que aderir a alimentação vegana não é uma tarefa fácil, ainda mais para as crianças. Em Milão, na Itália um casal chegou a perder a guarda de seu filho de 14 meses devido a má alimentação vegana, que acabou causando problemas de saúde ao bebê. A criança sofria de fraqueza e pouco peso.
  
Nutricionistas publicaram um artigo ainda em 1988 no Jornal Americano Clinical Nutrition que é completamente possível oferecer uma alimentação vegana e promover o crescimento normal de um indivíduo. No entanto, ele deve ser acompanhado de um profissional da saúde, pois existem diversos adendos a qual deve-se estar atento:
Alimentação vegana tem muitas calorias
A maioria dos alimentos que não tem origem animal possui enormidade de calorias, principalmente os da ordem dos carboidratos. Para uma criança, isso pode ser um ponto muito perigoso, pois as crianças (ao contrário dos adultos) precisam ingerir gordura. Coisa que apenas vegetais e frutas não suprem.

Necessidade de cálcio
A maior parte da necessidade de cálcio para crianças é suprida pelo leite e ovo. Como em dietas veganas não é possível se alimentar de nenhum destes dois alimentos é preciso aliar a alimentação suplementos de cálcio.

Procurar alimentos com vitamina B12
Alimentos de origem vegetal possuem baixa quantidade de vitamina B12, ideal pra o bom desenvolvimento do cérebro. Essa dificuldade tem sido mais facilmente suprida pelos fabricantes de produtos orgânicos e veganos, que passaram a adicionar vitaminas tal como a B12 nos alimentos. Por isso, procure embalagens que possuam essa adição.

Não se esqueça das proteínas
A falta de carnes na alimentação pode causar a falta de proteinas, ideal para o fortalecimento dos músculos das crianças, cabelos e unhas. Produtos com soja e alguns legumes como o brócolis são ótimos para suprir. No entanto é sempre bom estar atento ao alto consumo de soja, pois o alimento possui altas doses de hormônio feminino, por tanto o consumo deve ser mais equilibrado para os meninos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário